terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

PMDB e PT será ?


Petistas que se opõem ao PMDB ainda estão com a corda toda


A passagem do presidente nacional do PT, Rui Falcão, por Belém não desanimou os petistas que se opõem à aliança da legenda com o PMDB. Muito pelo contrário.
Falcão, como se sabe, foi pródigo - e ponha pródigo nisso - em se manifestar-se favorável à aliança que poderá selar uma chapa em que o peemedebista Helder Barbalho concorreria ao governo e o petista Paulo Rocha, ao Senado.
Não apenas isso, porém.
O presidente nacional do PT foi claro em externar os fundamentos de uma decisão de cúpula, no sentido de dar preferência e prevalência ao PMDB e, em contrapartida, alijar os tucanos em todos os cantos e recantos do país - e do planeta, se for possível.
Mas os petistas que se opõem ao acordo acham que ainda não chegou a hora apropriada para discuti-lo, internamente.
Até admitem - muitos deles, senão quase todos - que evitar a coligação entre PT e PMDB no Pará é muito difícil. Mas acham que é necessário demarcar uma posição favorável à candidatura própria no primeiro turno, deixando para um eventual - e quase certo - segundo turno a discussão sobre a aliança com o PMDB.
É esperar para ver.
Para ver e crer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário