quarta-feira, 11 de maio de 2016

PARA REFLETIR

Frases
De volta a Brasília, Lula almoçou com Dilma Rousseff nesta terça-feira.
Eu vejo na imprensa uma disputa no PT e me pergunto, Ricardo [Berzoini], por que a gente não sabe levantar um pouco a metralhadora para atingir os inimigos e atiramos tanto nos nossos pés. Por que nós gostamos [disso]? A impressão é que não gostamos dos pés, mas de nos triturar, porque, se a gente levanta a metralhadora na altura do peito, acerta um adversário.

Não me peçam para que o governo entre na briga do PT. Não vamos. Embora no meu sangue corra o sangue do PT, não me peçam para deixar de governar o país para pensar nos problemas do partido

O que me constrange é abrir o jornal todo dia e ver que a briga entre nós merece mais espaço do que coisas boas que a gente faz.

 É triste, mas contribuímos para isso Precisamos ter em conta quem são os nossos inimigos na Câmara, no Senado. Precisamos construir uma força política capaz de derrotá-los.

Tenho um defeito, o vermelho do PT corre nas minhas veias. Tenho noção do que ele representa para mim. Ajudei a criá-lo, a fazê-lo crescer, vivi angústias com ele, ri, chorei. Aprendi uma lição: muitas vezes, entre nós, os chamados quadros políticos deste país, na hora da crise política, tremeram, vacilaram. Quem não tremeu foi o povo, o povo pobre não desconfiou do PT




NOTA DO EDITOR:  LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA ANOS ATRÁS FEZ ESTA BRILHANTE ANALISE SOBRE A ESTRUTURA DO PT  AGORA E HORA DE RENOVAR OS QUADROS POLÍTICOS DO PT

Nenhum comentário:

Postar um comentário