sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Dún A PM está utilizando "aquelas viaturas inadequadas", mesmo pagando por outras novas. Alô Ministério Público !!

No início desse mês publiquei uma postagem sobre o uso das antigas viaturas da PM, alugadas pelo governo passado, e que foram motivos da ira da oposição leia aqui e que com o apoio da mídia local bombardearam o governo e a governadora, acusando-os de toda sorte de improbidade.


Pois bem, o tempo passou, a governo mudou e vem a Ana Célia no seu combativo A Perereca da Vizinha nos informar que a tal "licitação" feita pelo governo para contratar novas viaturas para a PM não passou de "jogo de cartas marcadas". A empresa vencedora foi a mesma Delta Engenharia, "ajudada" por uma família de empresários de Belém.

Os tucanos e a mídia questionavam, entre outras coisas, que o veículo utilizado, modelo Pálio 1.0, não servia aos propósitos da PM, o que justificou ao atual governo exigir no tal pregão que os veículos fossem de outro modelo, com motorização mais elevada, ar condicionado e sistema de monitoramento por satélite. Tipo este da foto, que obviamente foi entregue em meio à grande evento midiático.
Ocorre porém que as viaturas antigas estão sendo utilizadas pela PM agora, mesmo depois de o governo ter feito uma licitação exigindo os novos carros. Ou seja, a Delta Engenharia ganhou a licitação com a obrigação de entregar carros novos, mas a PM está usando os carros antigos, como aliais eu denunciei na postagem anterior. 

Ocorre que hoje, 23/11/2011, fraguei vários dessas viaturas antigas circulando pela cidade, conseguindo inclusive tirar foto de uma delas quando trafegava pela Av. Duque de Caxias às 08:00 h. com três policiais da PM fardados a bordo. Veja abaixo:  


Mais uma vez a retórica desse governo midiático está posta à prova, e a questão não é só política, no sentido de que eles estão fazendo exatamente o que criticaram ferozmente. É bem pior que isso, pois na verdade trata-se de um crime flagrante de improbidade administrativa, pois o Estado licitou e está pagando por um bem, mas está sendo servido por outro, de "pior" qualidade, segundo eles mesmos,  ferindo o princípio da legalidade, moralidade e honestidade e principalmente da lealdade à instituição.

Alô Ministério Público !!
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário